Loading
简体中文  | English  | Español  | 日本語  | Português
Skip Navigation Links
Home
Produtos
Biblioteca
Empresa
Contate-nos
Mapa do Site
Glossário de Terminologia Robótica  
 
 
Skip Navigation LinksHome > Biblioteca > Glossário

Glossário ATI para Efetores Robóticos e Ferramental Robótico  

Quando se determina os produtos e modelos apropriados para o ferramental robótico necessários para uma aplicação, é útil que ambas as partes falem a mesma linguagem técnica. Por este motivo, compilamos este glossário de termos robóticos.

Termos Gerais de Robótica e Robôs

Sensor de Colisão  - Efetor robótico ou dispositivo que pode detectar uma colisão antes ou durante uma colisão do robô ou de sua ferramenta. Sensores de colisão enviam um sinal de volta ao controlador do robô antes ou durante uma colisão para fazer com que o robô evite a colisão ou pare antes ou durante uma colisão. Dispositivos de proteção contra colisões de robôs são sensores de colisão que detectam uma colisão durante a mesma. Um sensor de colisão é também conhecido como junta de segurança de robô, quickstop (marca registrada da Applied Robotics), suporte de segurança do robô, embreagem de robô e protetor de colisão de robô.

Compensador  - Dispositivo do Centro de Conformidade Remota da ATI que utiliza de três a doze coxins de cisalhamento elastoméricos para auxiliar na inserção de aplicações peg-in-hole. Os compensadores são usados em aplicações de montagens automatizadas para assegurar a conformidade durante erros de alinhamento durante uma montagem.

Efetor  - Qualquer objeto fixado à flange do robô (pulso) que serve a uma função. Isso inclui garras robóticas, trocadores de ferramentas robóticos, proteção de colisão robótico, junta rotatória robótica, ferramental de prensagem, dispositivo de conformidade, pistola de pintura robótica, ferramenta de rebarbação robótica, pistola de soldagem a arco, transgun robótico, etc. O efetor é também conhecido como periférico robótico, acessório robótico, ferramenta robótica ou de robô, ferramental de ponta de braço (EOA), dispositivo de ponta de braço.

Trocador Manual de Ferramentas ou Acoplador Manual (MC)  - Um efetor com duas partes, macho e fêmea, um lado Mestre e um lado Ferramenta, que foram projetados para travamento manual ou serem unidos, carregar uma carga útil e ter a capacidade de passar utilidades como sinais elétricos, pneumáticos, água, etc. O Trocador Manual de Ferramentas proporciona flexibilidade para qualquer processo automatizado com a finalidade de trocar ferramentas e passar diversas utilidades. O lado Mestre do trocador é montado no robô, máquina CNS ou outra estrutura. O lado Ferramenta do trocador é montado no ferramental, como por exemplo garras, soldadores ou ferramentas de rebarbação.

Multiacoplador  - Ver Acoplador de Utilidades

Quick-Change (QC)  - Ver Trocador de Ferramentas Robótico

Centro de Conformidade Remota (RCC)  -  Qualquer estrutura de conformidade possui um centro-de-conformidade. Se você empurrar seu centro, você gerará um movimento lateral puro (sem rotação). Se rotacionar o seu centro, você gerará uma rotação sem movimento lateral. Um centro de conformidade remota é um centro de conformidade que se projeta para fora do dispositivo. Centros de conformidade remota desacoplam movimentos laterais e angulares. Um dispositivo RCC pode ser utilizado numa montagem para suavizar a força de inserção. Quando um centro de conformidade projetada está próximo do ponto de inserção de uma montagem do tipo peg-in-hole a cavilha translada para dentro do furo quando atinge o chanfro externo de condução sem rotacionar. Essa translação sem rotação evita emperramentos e escoriações vistas em dispositivos de conformidade que possuem um centro de conformidade distante do ponto de inserção. O Compensador ATI é um dispositivo RCC.

Robô  - Qualquer braço articulado automatizado de múltiplos eixos que pode ser reprogramado.

Dispositivo de Proteção de Colisão do Robô (CPD)  - Veja Sensor de Colisão.  

Ferramenta de Rebarbação Robótica  - A ferramenta de rebarbação, movido a ar ou por eletricidade, com conformidade e um método para ser montado ao pulso do robô. As ferramentas de rebarbação também podem ser montadas em uma bancada ou instalação para que as peças sejam trazidas à unidade para serem rebarbadas.  

Trocador de Ferramenta Robótico ou Acoplador de Robô  - Um efetor com duas partes, macho e fêmea, um lado Mestre e um lado Ferramenta, que foram projetados para travamento manual ou serem unidos, carregar uma carga útil e ter capacidade de passar utilidades como sinais elétricos, pneumáticos, água, etc. A maioria dos acopladores de robôs utilizam pneumáticos para travar os lados Mestre e de Ferramentas juntos. O Trocador de Ferramentas de Robô proporciona a flexibilidade para qualquer processo automatizado para trocar ferramentas e passar diversas utilidades. O lado Mestre do trocador é montado no robô, máquina CNS ou outra estrutura. O lado Ferramenta do trocador é montado no ferramental, como por exemplo garras, soldadores ou ferramentas de rebarbação. Um Trocador de Ferramenta de Robô é também conhecido como um dispositivo Quick-Change (QC), um trocador de ferramentas automático (ATC), trocador de ferramentas de robô, um acoplador de robô, acoplador robótico ou conector robótico.

Pedestal de Ferramentas  - Uma estação de estacionamento de efetores robóticos onde, durante uma troca de ferramentas, a ferramenta sem uso pode ser armazenada. Os pedestais de ferramentas ATI são divididos em três categorias de produto: Pedestal Pequeno de Ferramentas (TSS), Pedestal Médio de Ferramentas (TSM) e Pedestal Grande de Ferramentas (TSL).

Acoplador de Utilidades (UC)  - Um dispositivo de conexão dedicada que conecta sinais de ar ou elétricos para aplicações estacionadas e de fixação. Um Acoplador de Utilidade tipicamente não é projetado para carregar cargas úteis. Ao invés disso, o Acoplador de Utilidades ATI inclui recursos de conformidade que compensam por severos erros de alinhamento do ferramental. Um Acoplador de Utilidades pode ser automático ou manual, de travamento ou sem travamento, e pode possuir conformidade ou não dependendo dos requisitos de uma aplicação.

 

Tool Changer / Utility Coupler Terms

Correia do Rolamento  - anel de aço na placa de Ferramentas que é acionado pelas esferas de travamento durante o processo de travamento.

Came  - Came circular fixado ao pistão que força as esferas de travamento para fora durante o processo de travamento.

Eixo de Detecção  - Uma haste rosqueada inserida na parte posterior (topo) do Pistão, funciona como um alvo para ativação dos comutadores de Travamento/Destravamento.

Módulo Elétrico  - Qualquer um de uma variedade de módulos de utilidades que passam energia elétrica através da placa Mestra até a placa de Ferramentas e o efetor.

Efetor  - Ferramenta utilizada pelo robô para executar uma dada função.

Placa de Interface (IP)  - Um componente opcional utilizado para adaptar o Trocador de Ferramentas ou Acoplador de Utilidades ao robô ou ferramental do usuário.

Locking Balls  - Esferas de rolamento de aço reforçado utilizados no mecanismo de tranca anti-falhas. As esferas de tranca são forçadas para fora pelo came contra a correia de rolamento para unir as Placas Mestre e de Ferramentas.

Mecanismo de Travamento  - Dispositivo pneumático ou movido por energia elétrica que une as Placas Mestre e de Ferramentas, prendendo-as em uma condição travada anti-falhas, até que o mecanismo seja novamente destravado. O mecanismo de travamento consiste de esferas de travamento, came, alojamento das esferas, correia de rolamento e um motor de cilindro pneumático ou elétrico.

Porta de Travamento  - Uma porta pneumática na placa Mestra para onde o ar é fornecido para Trancar a placa Mestra à placa de Ferramentas.

Placa Mestra  - A metade do Trocador de Ferramentas que é montada no robô. A placa Mestra contém o mecanismo de travamento.

Momento  - A força aplicada multiplicada pela sua distância de um dado ponto.

Sem-Toque TM - Um recurso de projeto de todos os produtos de Trocador de Ferramentas da ATI que permite a acoplagem da placa Mestra e da placa de Ferramentas sem contato físico antes do travamento.

Pistão  - Pistão localizado na placa Mestre que ativa o mecanismo de travamento.

Módulo Pneumático  - Qualquer uma de uma variedade de módulos de utilidade que passam energia pneumática através da placa Mestra para a placa de Ferramentas e ao efetor.

Placa Sensora  - Placa de cobertura para a parte posterior da placa Mestre, veda a câmara pneumática e proporciona pontos de montagem para os comutadores de Travamento/Destravamento.

Placa Sensora de Interface (SIP)  - Utilizado para adaptar o Mestre do Trocador de Ferramentas ao robô fornecido pelo cliente. O SIP é essencialmente uma Placa Sensora de Interface que contém sensores que determinam o estado (Travado/Destravado/Sem Ferramenta) da placa Mestra.

Placa de Ferramenta  - A metade do Trocador de Ferramentas onde diversas ferramentas ou efetores são montados.

Pedestal de Ferramentas  - Pedestal que segura as ferramentas que não estiverem em uso pelo robô. Ele é geralmente fornecido pelo cliente e é específico à aplicação.

Porta de Destravamento  - Uma porta pneumática na placa Mestra para onde o ar é fornecido para Destrancar a placa Mestra da placa de Ferramentas.

 

Termos de Trocador de Ferramentas / Módulo de Acoplamento de Utilidades

Prevenção de Arcos  - É um recurso exclusivo da ATI que torna possível conectar e desconectar sem desligar o módulo de energia elétrica. O surgimento de arcos elétricos pode danificar e reduzir a vida útil dos contatos elétricos. A Prevenção de Arcos estende a vida útil de todos os contatos elétricos eliminando os arcos de eletricidade causados por cargas indutivas e altas correntes de ativação durante o ato de conectar/desconectar.

Acoplamento  - Ver Trava

DeviceNet TM - Uma rede de comunicação do tipo fieldbus utilizada na maior parte por dispositivos em ambiente industrial e que se comunica utilizando CAN. DeviceNet é uma marca registrada da ODVA.

Discreto  - Se refere especificamente aos módulos que transmitem sinais e/ou energia discreta à partir do Mestre para Ferramenta. O número de sinais discretos de passagem é limitado ou pelo número de pinos no conector ou pelo número de pinos na interface de bloco de pinos entre o Mestre e a Ferramenta. Alguns módulos Discretos também proporcionam ao usuário a capacidade de controlar o Trocador de Ferramentas através de sinais Agarrar e Soltar à uma válvula integrada que trava ou destrava o Trocador de Ferramentas. Os sinais de Trocador de Ferramenta Travado, Destravado, Pronto para Travar e comutador TSI também podem ser fornecidos ao usuário, esses módulos discretos são conhecidos como Módulos Discretos de Controle/Sinal.

EtherNet/IP TM - O EtherNet/IP (Ethernet Industrial Protocol) é uma rede de comunicação fieldbus utilizado mais frequentemente por dispositivos em ambiente industrial, que se comunicam utilizando Ethernet. O EtherNet/IP é uma marca registrada da ControlNet International Ltd. utilizada sob licença pela ODVA.

Comutador Ethernet  - Um componente de rede Ethernet conectando múltiplos parceiros de comunicação uns com os outros.

Fieldbus  - Um termo genérico que se refere a qualquer um dos padrões de rede de computação industrial. Exemplos incluem: CAN, Modbus e PROFINET.

Gigabit Ethernet  - Um termo que descreve diversas tecnologias de transmissão de pacotes Ethernet a uma taxa de um gigabit por segundo conforme definição da norma IEEE802.3-2008 geralmente com um conector RJ45, conectores M12 X-coded ou A-coded através de cabos CAT6. Tipicamente utilizados em aplicações de visão (GigE Vision).

Agarrar  - Comando que é emitido para trancar (acoplar) as Placas Mestre e de Ferramenta.

Trancar  - A ação física de acoplar as Placas Mestre e de Ferramentas, unindo-as.

Trancado  - Um sinal de saída de sensor de proximidade indicando que o mecanismo de acoplamento está na posição Trancado.

Sensor de Travamento  - Um sensor de proximidade que detecta a posição do pistão de ação pneumática quando está na posição travada ou fora da ferramenta.

Multibus  - Um padrão de arquitetura de barramento avançado para computadores utilizado em aplicações industriais. Multibus I é uma norma IEEE-796 16-bits, e o Multibus II é um barramento padrão IEEE-1296 32-bits/10MHz, a 40Mbytes/s.

PROFINET  - Um fieldbus baseado em Ethernet utilizado em automação de fábricas.

RTL  - Sensores de proximidade que detectam quando as placas Mestra e de Ferramentas estão próximas o bastante uma à outra para que seja seguro iniciar o comando de agarrar e trancar o mestre e a ferramenta juntos.

Plugue de Auxílio  - dispositivo utilizado durante o setup e integração do robô para anular o circuito TSI.

Identidade da Ferramenta  - Um comutador individual ou uma série de comutadores do tipo pushbutton no módulo de Ferramentas para controle/sinal que fornece um número de identificação único para cada ferramenta quando estiver usando múltiplas ferramentas. A identidade de ferramenta também fornece a identificação de ferramenta ausente.

Ferramenta Presente  - Uma entrada hard-connect (proveniente da Ferramenta) indicando que o Mestre e a Ferramenta estão eletricamente conectados um ao outro.

Acionador Trip Dog  - Um dispositivo físico utilizado para acionar um comutador mecânico, utilizado no circuito de Intertravamento do Pedestal de Ferramentas.

TSI  - O recurso de Intertravamento do Pedestal de Ferramentas é uma solução de segurança personalizada da ATI, um circuito projetado para somente permitir a liberação do Trocador de Ferramentas quando estiver na localização do Pedestal ou do armazenamento.

Relê TSI  - Um circuito de relê presente em um módulo de Ferramenta ATI que é movido por um comutador de limite do pedestal de ferramentas para fechar o circuito TSI e permitir a liberação do Trocador de Ferramentas.

TSIV  - sinal de saída suportado para o monitoramento de um comutador de limite do Pedestal de ferramentas utilizado com o circuito TSI.

TSRV  - Um sinal de saída fornecido para o monitoramento do estado da saúde do Relê TSI.

Desacoplamento  - Ver Destravar

Soltar  - O sinal de entrada fornecido ao módulo Mestre ATI para desacoplar o Trocador de Ferramentas.

Destravar  - A ação física de desacoplar as placas Mestra e de Ferramentas.

Destravado  - Um sinal de saída de sensor de proximidade indicando que o mecanismo de acoplamento está na posição Destrancado.

Sensor de Destravamento  - Um sensor de proximidade que detecta a posição do pistão de ação pneumática quando está na posição destravada.

 

Termos de Sensoriamento de Força / Torque

Precisão  - Ver Incerteza de Medição

Componente ActiveX  - Um componente de software reutilizável para aplicações em Windows

Calibragem  - O ato de medir a resposta bruta de um transdutor à cargas e criar dados utilizados para converter a resposta em forças e torques.

Certificado de Calibragem  - Uma declaração que afirma que o equipamento realiza medições corretas. Estas declarações geralmente significam que o equipamento foi testado de acordo com padrões nacionais. As declarações são produzidas como resultado de calibragens e recalibragens.

Pedestal de Calibragem  - equipamento onde montamos transdutores para poder realizar a calibragem.

Carga de Composto  - Qualquer carga que não estiver puramente em um único eixo.

Quadro de Coordenadas  - Definir Ponto de Origem

DAQ  - Dispositivo de Aquisição de Dados.

DAQ F/T  - Um Sistema Sensor F/T que utiliza hardware de aquisição de dados padrão da indústria (geralmente placas para computador) para converter os sinais do transdutor em dados digitais.

DoF  - Graus de Liberdade. Veja os Seis Graus de Liberdade.

Força  - De maneira geral, força significa a dureza com que algo pressiona um objeto. Por exemplo, o quanto seu corpo pressiona uma balança comum de banheiro.

FS  - Escala Total

F/T  - Força e Torque.

Controlador F/T  - Os componentes eletrônicos que conectam aos transdutores multiplexados (mux).

Fxy  - O vetor de força resultante composto dos componentes Fx e Fy.

Erro de Escala Total  - Uma medida de erro de sensoriamento. Por exemplo, se a faixa de medição calibrada de um sensor for de 100 Newtons e o sensor tiver precisão de até 1 Newton, o sensor terá um Erro de Escala Total de 1% (1% = 0,01 = 1 N / 100 N).

HTC  - Compensação de Temperatura via Hardware. Este é um método de aprimorar o desempenho de temperaturas dos transdutores. Geralmente, isso se refere a uma compensação de amplitude de temperatura. Às vezes, isso inclui o deslocamento da compensação de temperatura. HTC é melhor que STC.

Histerese  - Uma fonte de erros de medição causada pelos efeitos residuais de cargas anteriormente aplicadas.

IP60  - Índice de Proteção de Entrada "60" que designa o grau de proteção contra poeira

IP65  - Índice de Proteção de Entrada "65" que designa o grau de proteção contra poeira

IP68  - Índice de Proteção de Entrada "68" que designa o grau de submersibilidade em água doce, neste caso, a uma profundidade de 10 metros

LabVIEW  - Um ambiente gráfico de programação criado para tarefas de aquisição de dados da National Instruments.

Máxima Sobrecarga de Eixo Único  - A maior quantidade de carga em um único eixo (todos so outros eixos estão sem carga) que um transdutor pode suportar sem dano.

MAP  - Placa de Adaptação de Montagem. O MAP dos transdutores se conecta à superfície fixa do braço do robô.

Incerteza de Medição  - O máximo erro esperado numa medição, conforme especificado no certificado de calibragem.  

Momento  - Quando algo recebe um torque, dizemos que o movimento foi aplicado a ele.

Mux  - Diminutivo de multiplexador. Os Sistemas Sensores de Controlador F/T utilizam componentes eletrônicos mux para fazer a interface com os sinais do transdutor.

Mux Box  - Uma caixa que contém os componentes eletrônicos multiplexados para transdutores que são pequenos demais para eletrônicos on-board.

Net F/T  - Um Sistema de Sensor F/T que conecta com o equipamento de monitoramento do cliente via Ethernet ou barramento CAN ou DeviceNet.

NI  - National Instruments Corporation, a proprietária das marcas National Instruments e LabVIEW.  (www.ni.com) Fabricante das Placas de Aquisição de Dados utilizadas pela ATI nos sensores de força.

Compensação por Deslocamento  - Correção de erros que altera o ponto zero das leituras dos transdutores.

Sobrecarga  - A condição onde mais carga é aplicada ao transdutor do que ele é capaz de medir. Isto resultará em saturação.

Ponto de Origem  - O ponto em um transdutor de onde todas as forças e torques são medidos.

Quantização  - A forma na qual os sinais constantemente variáveis do transdutor são convertidos em valores digitais discretos. Geralmente utilizado quando se descreve a mudança de um valor digital para o próximo.

Torque de Reação  - O torque aplicado que não resulta em movimento. Pense na torção que você tenta colocar em um parafuso ou porca quando estes não se movem. Nossos transdutores percebem o torque de reação.

Recalibração  - A verificação periódica do equipamento de medição, como transdutores, paquímetros e voltímetros, para comprovar a correção de suas medições. O equipamento pode ser ajustado caso não meça corretamente.

Resolução  - A menor mudança numa carga que pode ser medida. Isso é geralmente muito menor do que precisão.

Torque de Rotação  - É o torque que resulta no movimento de alguma coisa. De maneira geral, isto se refere ao torque sobre coisas como eixos acionadores. Nossos transdutores não podem perceber torques de rotação.

Saturação  - A condição onde o transdutor ou o hardware de aquisição de dados possui uma carga ou sinal fora da sua faixa de sensoriamento.

Quadro de Referência de Origem do Sensoriamento  - Ver Ponto de Origem

Sistema Sensor  - A montagem completa consistindo das partes do transdutor para a placa de aquisição de dados.

Sensor de Força e Torque de Seis Eixos - Um dispositivo que mede as forças e os torques de saída de todas as três coordenadas Cartesianas (x, y e z). Um transdutor de força e torque de seis eixos é também conhecido como um transdutor de força e torque de múltiplos eixos, célula de carga de múltiplos eixos, sensor F/T ou célula de carga de seis eixos.

Seis Graus de Liberdade  - Uma maneira enfeitada de dizer Fx, Fy, Fx, Tx, Ty e Tz.

Compensação de Amplitude  - Correção de erros que afetam a sensibilidade (pense no controle de volume no seu rádio) de um transdutor.

STC  - Compensação de Temperatura via Software. Um método para melhorar o desempenho de temperatura dos transdutores. Este método não é tão bom quanto o HTC.

TAP  - Placa Adaptadora de Ferramenta. A parte TAP do transdutor é conectado à carga que será medida.

Transformação de Ferramentas  - Troca matemática do sistema de coordenadas e medição pela translação da origem e/ou rotação dos eixos.

Torque  - A aplicação de uma força através de uma alavanca ou braço de momento que faz com que algo queira girar. Por exemplo, você aplica torque a um parafuso para obter seu giro.

Transdutor  - O componente que converte a carga percebida em sinais elétricos.

Txy  - O vetor de torque resultante consistindo dos componentes Tx e Ty.

Visual Basic  - Um ambiente de programação Microsoft para desenvolver aplicações baseadas em Windows.

 

Termos do Sensor de Colisão

Corpo  - Alojamento cilíndrico de alumínio e câmara de pressão de ar. Uma placa de interface para o robô do usuário é geralmente fixada aqui.

Came  - Um anel de aço reforçado montado dentro da cobertura onde estão aninhados os segmentos de esferas de aço que estão montados na haste.

Colisão  - O impacto acidental entre a ponta do braço de ferramental e alguma obstrução em seu caminho.

Tampa  - Tampa de alumínio em formato de disco para o corpo do sensor de colisão.

Colisão  - de uma perturbação que desloca os componentes do Protetor de sua posição padrão de trabalho.

Placa de Interface (IP)  - Componente opcional utilizado para adaptar o Corpo Protetor ou Haste ao robô ou ferramental do usuário.

Nano Conector  - Conector elétrico de 8mm montado em um bloco fixado na lateral do corpo.

Pistão  - O componente que, juntamente com o Corpo, cria uma câmara de pressão. A variação de pressão nesta câmara altera os requisitos de carga para movimentar o pistão.

Rearmar  - A capacidade de um Protetor de retornar à sua posição de trabalho quando uma força perturbadora ou de deslocamento é removida.

Haste  - Um poste arredondado cônico contendo furos roscados e pinos de passagem. Uma placa de interface do ferramental do usuário é geralmente fixada aqui.

Comutador  - Um comutador que troca o estado de um circuito aberto quando uma colisão é detectada.

Alvo de Comutador  - Um bloco de aço montado em cima do Pistão, cuja posição é sensoriada pelo Comutador.

 

Termos de Compensador

Placa Inferior  - Placa de interface do ferramental do cliente com o compensador.

Centro-de-Conformidade (C-de-C)  - O ponto no espaço onde uma força de contato causará uma translação sem rotação e um torque causará uma rotação sem translação.

Ponto de Contato de Inserção  - O ponto no qual uma peça sendo inserida entra em contato com sua contraparte. Neste ponto, uma força de contato é criada.

Sensoriamento de Trava  - Sensor de proximidade montado em um encaixe de sensor detecta quando um compensador está trancado.

Travamento  -Mecanismo de travamento de ação pneumática que trava o compensador totalmente para movimentos acelerados, reduzindo com isso o desgaste nos coxins de cisalhamento.

Parafuso de Travamento  - Componente de travamento de mecanismo que é trazido para a placa inferior pelo travamento para ajudar a travar a unidade com segurança.

Bucha de Parafuso de Travamento  - Bucha de desgaste para o parafuso de travamento

Pino de Sobrecarga  - Um componente que limite a quantidade de conformidade para evitar danos ao compensador durante uma sobrecarga.

RCC  - Centro de Conformidade Remota (o mesmo que C-de-C)

Prontidão do Sensor  - Compensador com encaixe para sensor. O cliente fornece um sensor de proximidade para sensoriamento de travamento.

Coxim de Cisalhamento  - Componente que proporciona conformidade nas direções lateral, angular, axial e de torção.

Placa Superior  - Placa que realiza a interface do compensador com o robô ou máquina de montagem

 

Termos da Ferramenta de Rebarbação

AC  - Conformidade Axial

Placa Adaptadora  - Dispositivo para fixar a ferramenta de rebarbação no flange do robô ou numa superfície de montagem estacionária

Filtro de Ar  - Dispositivo para remoção de contaminação das linhas de fornecimento de ar. Refere-se tipicamente à remoção de partículas.

Lubrificador de Ar  - Dispositivo para acrescentar volumes controlados de óleo lubrificante ao ar que abastece o motor de ar.

Turbina de Ar  - Motor de ar que movimenta o eixo flutuante

Rebarbador  - Qualquer excesso de material indesejado sobressaindo na peça de trabalho.

Rebarbação  - Ferramenta usada para remover rebarbas da peça de trabalho. Também conhecido como lixa giratória ou lixadeira.

Chuck  - Dispositivo de garra utilizado para segurar ferramentas e mídia no eixo.

Climb Milling  - Método de corte onde a direção da rotação do cortador e o movimento da ferramenta são os mesmos.

Coalescing Filter  - Dispositivo projetado para remover aerossóis líquidos das linhas de fornecimento de ar.

Limas  - Dispositivo de garra utilizado para segurar ferramentas de corte no eixo.

Conformidade  - A capacidade de um eixo flutuante de se movimentar passivamente em resposta à protuberâncias ou desvios na peça de trabalho.

Usinagem Convencional  - Método de corte onde a direção do movimento da ferramenta é oposta à rotação do cortador.

Flexdeburr TM - É a linha de ferramentas de rebarbação de Conformidade Radial (RC) da ATI.

Sensor Dianteiro  - O sensor dianteiro é um comutador indutivo de proximidade que está LIGADO (ON) quando o eixo flutuante está totalmente na posição à frente, indicando que não há contato com a ferramenta.

Redutor  - Uma caixa de redução responsável por reduzir a velocidade do eixo flutuante do motor a ar.

Alojamento Principal  - O principal corpo cilíndrico da unidade, que inclui os recursos de montagem.

Mídia  - Termo que se refere à ferramentas e/ou abrasivos empunhados pela ferramenta durante a conclusão de um processo de manufatura.

RC  - Conformidade Radial

Alojamento Posterior  - Cobertura traseira do alojamento principal. Este corpo inclui uma porta de conexão para o fornecimento de ar de conformidade e vedação de alimentação para sensores elétricos opcionais.

Regulador  - Dispositivo utilizado para ajustar e controlar a pressão de ar fornecida a níveis mais baixos aceitáveis.

Sensor de Retração  - O sensor de retração é um comutador de proximidade indutor opcional que está na posição LIGADO (ON) quando o eixo flutuante está totalmente na posição posterior indicando que nenhum movimento adicional é possível.

Sensor de Tacômetro  - O sensor de tacômetro é um comutador indutivo de proximidade opcional que monitora a rotação de um disco montado atrás do mandril no eixo flutuante. O sensor fornecerá dois pulsos de DESLIGADO (OFF) por rotação de eixo flutuante. Recomenda-se que o sensor de tacômetro seja utilizado para o desenvolvimento do processo, mas que seja removido da unidade quando num ambiente de produção.

Válvula Solenoide  - Um dispositivo eletricamente controlado para comutar o fornecimento de ar nas posições ligado e desligado.

Eixo Flutuante  - A porção de rotação de uma montagem de ferramenta de rebarbação.

Motor de turbina  - Um motor à ar que movimento o eixo flutuante de ferramenta.

 

 


 
 
ATI Industrial Automation
1031 Goodworth Dr. | Apex, NC 27539 USA
Umberto Aranha, Account Manager, +55 11 9 9232 4919
Home
Produtos
Trocadores de Ferramentas Robóticos
Sensores de Força/Torque
Acopladores de Utilidades
Trocadores Manuais de Ferramentas
Ferramentas de Rebarbação Robótica
Dispositivos do Centro de Conformidade Remota        
Sensores de Colisão Robóticos
Biblioteca
Glossário
Vídeos
3-D CAD
Software   
Empresa
Notícias
Feiras
Aplicação de Créditos
Oportunidades de Trabalho
Contate-nos
Vendas e Suporte
Solicitar Informações
Registro de Produtos
Como Chegar
Mapa do Site
© 2017 ATI Industrial Automation, Inc. Todos os direitos reservados.
 
 Junte-se ao RIA Hoje

 Facebook   Twitter   YouTube   Google+Icon